Total de visualizações de página

terça-feira, 11 de março de 2014

Dica: Condução em lama, barro e terra molhada

No inicio de fevereiro passado, trouxe para vocês algumas dicas de como colocar o seu 4X4 na água, hoje trago dicas excelentes para quem vai colocar a sua máquina na lama. Confira aí:


Em estradas de terra com chuva a atenção precisa ser redobrada, uma vez que a aderência ao solo fica extremamente reduzida. Por isso decidimos nesta matéria, colocar algumas dicas de como conduzir seu 4x4 em algumas situações de solo molhado ou lama.


Sem atoleiros ou lama:

- Primeiramente reduzir a velocidade;
- Utilize a tração 4x4 Hi;
- Mantenha sempre uma marcha reduzida para poder ter o motor à mão. Em veículos AT utilize a 2 ou até mesmo a L, dependendo da velocidade de deslocamento;


- Nas subidas e descidas íngremes faça uma verificação a pé, olhando a extensão do trecho, possibilidades de escoramento caso o veículo aderne. Nas subidas e descidas escorregadias utilize sempre a reduzida e nunca freie ou deixe em neutro/debreado o veículo, apenas controle a aceleração e o freio motor. No caso de perda de controle na descida acelere o veículo para retomar seu controle, mas apenas se tiver experiência em controlar o veículo em velocidade nestas situações. A correção de trajetória é um jogo entre a direção e a aceleração. O grande perigo das subidas e descidas ingremes é o capotamento do veículo;
- Reduzir a pressão dos pneus melhorando sua área de contato ajuda um pouco.

O ideal para quem vai utilizar constantemente, pelo menos no período de chuvas este tipo de estrada é possuir um jogo de correntes para os pneus do veículo, deixando o mesmo com grande aderência ao solo e condições de tração e dirigibilidade. Caso o veículo não consiga subir uma ladeira molhada ou a descida seja extremamente perigosa o ideal é esperar parar de chover e deixar secar um pouco a estrada. Prudência nunca é demasiada.

Lama / Atoleiro

Dirigir um veículo em um trecho de atoleiros é desgastante e dependendo da situação é extremamente perigoso. Algumas dicas de como se deve conduzir nos atoleiros:


- Logicamente que redução de velocidade é primordial, até porque não se tem o controle do veículo dentro de um atoleiro, principalmente quando os pneus ficam com uma capa de lama que impede o atrito e com isso a perda da tração e dirigibilidade é inevitável;
- Para ultrapassar o trecho é recomendado o uso da 4x4 reduzida, evitando assim acelerações bruscas e resultando na perda de trajetória.
- Antes de enfrentar o trecho deve-se fazê-lo a pé, munido de uma vara. Isso é necessário para a verificação de pedras e paus escondidos no meio da lama, que podem provocar um acidente e danificar seriamente o veículo. A utilização da vara é para verificar as profundidades no trecho, uma vez que poças de águas podem esconder buracos profundos;


- Fuja dos facões deixados por veículos mais altos, uma vez que poderá ficar com suas rodas no ar. Caso não seja possível fugir dos facões o mais indicado é colocar uma roda entro do facão e outra na parte superior e lentamente, para evitar cair com as 4 rodas nos facões, conduzir o veículo nessa posição.

Devemos lembrar sempre que conduzir veículos em estradas de chão ou lama, devemos estar com pneus adequados para este tipo de solo. Caso o veículo utilize freqüentemente este tipo de estrada, ou vá fazer uma viagem que tenham trechos como estes, devemos possuir equipamentos especiais. Estes equipamentos são primordiais para auxiliar na passagem de atoleiros, bem como ajudar no resgate do veículo em caso de atolamento.

Os principais equipamentos são:

· Guincho de arrasto, utilizado para puxar veículos atolados ou desatolar o próprio veiculo em que está montado;


· Cintas de reboque, cabos de aço e sintas de amarração. Equipamento utilizado para puxar outro veículo, bem como prender o cabo do guincho em uma árvore, obtendo um ponto de amarração;
· Patescas. Roldanas para cabo de aço que aumentam a ação do guincho;


· Pás e enxadas;
· Caso os pneus sejam AT ou MTs o uso de corrente é imprescindível;
· Macaco Hi-Lift. Importantíssimo e imprescindível, uma vez que pode substituir um tirfor e guincho. 

Em caso de atolamento antes de utilizar o guincho ou qualquer outro equipamento de resgate devesse tentar liberar as rodas e os cardas com a enxada e pá, e sempre auxilie o guincho com patescas e veículo tracionado com reduzida.


Por: Sérgio Holanada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Fico feliz por você querer deixar aqui o seu comentário. Porém é importante que você saiba que ele poderá ser moderado.
Obrigado. Josiel