Total de visualizações de página

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Segurança Offroad

Acabei de achar! Excelentes dicas para novatos e veteranos no mundo e/ou vida Offroad, então: 

Leia atentamente antes de engatar o 4x4...

Offroad é diversão, adrenalina, aventura... enfim, a realização de um sonho para todos nós, fãs do automobilismo fora de estrada!!

No entanto, não podemos esquecer dos PERIGOS que a atividade envolve. Riscos previsíveis e imprevisíveis... por isso, a partir da iniciativa de diversos amigos jipeiros, resolvi escrever esse tópico aqui.

Ele tem como objetivo compilar o maior número de informações possíveis sobre SEGURANÇA em ambiente fora de estrada. Técnicas adequadas, medidas de prevenção, gerenciamento de risco em eventos, enfim, TUDO que esteja relacionado diretamente com a PRÁTICA SEGURA de nosso esporte.

Aos iniciantes, leiam atentamente as recomendações abaixo. O desconhecimento passa uma sensação de segurança incrível!!!

Aprenda a identificar os riscos, afinal você estará envolvido. Cobre ATITUDE SEGURA dos jipeiros mais antigos caso perceba manobras inseguras... pratique offroad com SEGURANÇA e aproveite com RESPONSABILIDADE!!!

Bom, vamos começar...

DICAS GERAIS...

1- USE SEMPRE O CINTO DE SEGURANÇA!!!!
Alguns pontos especiais: Verifique o estado do seu cinto. Qualquer indício de mau conservação, troque-o.
Cuidado com os pontos e parafusos de fixação. Não adianta cinto de 05 pontas se a fixação não estiver adequada.
Cinto de segurança tem prazo de validade.
Cinto de segurança deve ser trocado após uma colisão mais séria.
Evite cintos de marcas desconhecidas e não aprovado nos testes adequados.

2- NÃO faça uso de bebidas alcoólicas durante trilhas, passeios, raids ou outros eventos fora de estrada. A bebida diminui a atenção e a velocidade de resposta (reflexo) do ser humano. Deixe para comemorar depois da trilha... em casa, com segurança!!!

3- Faça um curso de Primeiros Socorros.

4- Tenha um kit de Primeiros Socorros na viatura. 
Invariavelmente, nas trilhas e passeios estamos afastados de hospitais e outros pontos de atendimento médico. Por isso é de extrema importância que todos tenham conhecimentos de primeiros socorros, para contornar a situação até chegar no atendimento definitivo. Não se esqueça, não basta somente uma pessoa saber... se ela for a vítima...

5- Antes de sair sempre deixe avisado: dia e horário previsto de retorno, local da atividade, pessoas envolvidas. Se possível, um telefone de contato de familiares das outras pessoas envolvidas, horário limite para espera em caso de não retorno (e início do plano de resgate).

6- Nunca faça trilha sozinho.
Saiba o que é motor, caixa de marcha,transferência, diferencial... além de tornar o passeio mais seguro, evita a compra de verdadeiras bombas... também permite "vistoriar" com mais critérios os serviços executados pelo seu mecânico. Na dúvida, pesquise no fórum, se não encontrar resposta, pergunte!!!Os motivos são muitos. Se alguém se habilitar, pode começar a listar...

7- Procure trilhas e atividades compatíveis com o seu nível de preparação. Respeite o limite de sua viatura. Tenha consciência de suas limitações técnicas, e não tenha vergonha de evoluir no esporte. Todos foram iniciantes um dia...

8- Filie-se a um Jeep Clube.
Jipeiros experientes podem lhe ajudar muito!!! Observe, aprenda e FILTRE. Motoristas mais"velhacos" também têm vícios... cuidado para não aprender atitudes erradas. Além disso, o ambiente e as novas amizades dos clubes, são acessórios de fábrica em qualquer 4x4 que comprar!!!

9- Aprenda conceitos de mecânica básica. Aprenda e entenda o funcionamento de um 4x4. 

Dicas sobre o carro:

1- Mecânica 100% em ordem!!!
Verifique TUDO!!! Motor, câmbio, embreagem, freios, suspensão, elétrica... antes e depois da trilha é fundamental uma inspeção minuciosa para garantir a diversão segura.

2- Preste atenção especial a adaptações.
Busque mecânicos qualificados e oficinas confiáveis para adaptações mecânicas em seu 4x4. Seja criterioso.

3- Tenha sempre o estepe calibrado e com tamanho adequado.
Muitas vezes, escondidos na viatura, esquecemos de calibrá-lo... na hora de usar, está baixo. Procure ter o pneu sobressalente no mesmo tamanho e desenho dos outros quatro. Em alguns casos especiais, isso pode ser desconsiderado.

4- Tenha sempre um macaco e chave de rodas.
De nada adianta o estepe se não estiver acompanhado dos seus companheiros...

5- Carregue uma caixa de ferramentas básica.
Nunca sabemos quando vamos precisar dela... seja para regular o carburador, ou trocar o rolamento. Ferramentas adequadas evitam o estrago desnecessário de parafusos, porcas e principalmente acidentes com as mãos dos mecânicos.

6- Verifique seu extintor de incêndio
Atente para o prazo de validade, o leitor de pressão (deve estar no VERDE) e para a data de revisão do mesmo. Compre extintores em locais com procedência, onde estejam estocados adequadamente.

7- É recomendável a instalação de uma chave geral.
Em caso de curto circuito, ela pode ser a diferença entre fósforo e fogueira...

8- Prenda todos os objetos no interior da viatura.
Em caso de colisão, eles podem se tornar armas voadoras letais!!!

9- Atenção especial à instalação de acessórios.
Quebra matos, guincho, pontos de ancoragem, bagageiros... são bonitos e embelezam a viatura. Mas além da beleza e funcionalidade, é preciso analisar criteriosamente se não comprometem a segurança dos passageiros e pedestres.

DICAS PARA O JIPEIRO...

1- Pratique atividade física regularmente.

2- Tenha uma alimentação saudável.

3- Use equipamento de proteção individual. Especialmente ao manusear guinchos e efetuar reparos na viatura.
Não esqueça dos óculos, caso opte por andar com a capota/parabrisas abertos. Objetos voadores causam estragos consideráveis aos olhos.

4- Procure um calçado com solado aderente e se possível com boa proteção ao tornozelo. Escorregões são incontáveis nas trilhas... Uma entorse de tornozelo pode impedi-lo de retornar guiando a viatura de forma segura. Ajuda também a prevenir picadas de cobras...

5- Mantenha sua carteira de vacinação em dia. Principalmente a antitetânica!!! Reforço a cada 10 anos...

6- Fique atento: Olhos abertos, mente atenta. Prevenção ainda é a medida mais eficaz!!!

CUIDADOS COM O GUINCHO...

1- Instalação adequada: Utilize uma base de fixação e parafusos corretamente dimensionados e corretamente ancorados ao chassis. Ressalta-se a qualidade da instalação elétrica dos guinchos elétricos.

2- Cabo de aço / Cabo sintético:
Dimensionamento correto para a capacidade do guincho e peso da viatura.
Depois da trilha revise minuciosamente o cabo. Desenrole completamente, e enrole de maneira que fique igualmente distribuído por todo o carretel.
Evite tração em sentido oblíquo ao guincho, pois o cabo pode "enroscar" se enrolado somente de um lado do carretel. Se isso acontecer, desenrole o cabo, enrole corretamente e continue a operação.

3- Cuidado especial com pontos de ancoragem:
Naturais (árvores) ou artificiais (postes, âncoras, etc) devem suportar a força do guincho e o peso da viatura.
Não passe o cabo diretamente no tronco da árvore. Você pode matá-la. O correto é sempre proteger com uma cinta, para não danificar a camada externa onde corre a seiva.
Os pontos de ancoragem das viaturas devem ser corretamente dimensionados e fixados.

4- Sempre use LUVAS ao manusear o guincho!!!

5- Providencie um peso para colocar sob o cabo: Em caso de rompimento do mesmo, o efeito chicote será minimizado e direcionado para o solo.

6- Defina a área de segurança: Somente o operador do guincho e os motoristas dos jipes envolvidos devem permanecer próximos da operação.
A área de segurança pode ser delimitada da seguinte forma: Imagine duas circunferências, uma tem como centro o guincho da primeira viatura e a outra o ponto de ancoragem da segunda. O raio delas corresponde a distância de cabo esticado. Nessa área imaginável (duas circunferências juntas), ninguém deve ficar!!
Procure por objetos que prendem a viatura por baixo Pedras, troncos, etc. Se possível, prepare o terreno a frente das rodas, para evita trancos

7- Não use o guincho como cinta de reboque : Caso seu 4x4 quebre, não use o guincho para rebocá-lo. Ele não foi projetado para isso.

8- Não use o guincho para elevar / mover PESSOAS: Como todo equipamento, ele está sujeito a quebras. Às vezes imprevisíveis...

9- Guincho não é o único recurso disponível: Prepare o terreno a frente das rodas. Cheque se não há troncos, pedras ou outros obstáculos que prendem o 4x4 por baixo. O uso do guincho deve ser criterioso. Muitas vezes é usado para ganhar tempo... Pois é mais fácil arrastar no guincho que cavar um pouco mais...

10- Proteção do parabrisas: Levantar o capô do carro fixo, que usa seu guincho para rebocar o outro atolado, pode impedir danos ao operador, caso o gancho seja arremessado (em caso de ruptura ou se soltar do ponto de ancoragem).

DICAS PARA ANDAR EM COMBOIO...

1- Mantenha distância SEGURA do carro da frente: Lembre-se que lama, chuva e outros fatores deixam a pista escorregadia, portanto a distância deve ser aumentada!!!
Uma dica prática: determine um ponto na beira da estrada (placa por exemplo). Quando o carro da frente passar por ele, inicie a contagem: Um mil e um, um mil e dois. Você não deve passar no mesmo ponto antes de acabar de contar...

2- Cuide do carro de trás: De olho no retrovisor!!! Você é o responsável pelo carro de trás. Controle o espaço, evitando que o comboio se separe e que seu companheiro perca o caminho. Ao reduzir a velocidade, não se preocupe, pois o da sua frente também o fará, e assim sucessivamente...

3- Comunicação é fundamental! Pelo menos o "puxador", o "fecha-fila" e o "carro mecânico" devem possuir rádios de comunicação.

4- O comboio anda no ritmo do carro mais lento. A sugestão é deixá-lo logo atrás do carro "puxador".

5- Respeite as regras de trânsito: Andar em grupo não significa privilégios especiais. Confira o tempo para próxima trilha.
Cuidado ao escolher lugar para estacionar, principalmente para não transtornar a organização do posto de gasolina.
Paradas ao acostamento devem ser limitadas ao carro com pane, que será socorrido pelo carro mecânico. Ou seja, somente DUAS viaturas param. Os outros devem seguir até um ponto de parada seguro, para esperar pelo companheiro!!!

6- Divida as responsabilidades: Um comboio com grande número de carros é perigoso, e pode gerar multa!!! Se possível, divida-o em mini-comboios, determinando novos responsáveis por cada grupo.

7- Estude o trajeto com antecedência:  Em especial para o puxador...
Escolha o caminho com menos faróis, avenidas mais espaçosas... Saiba e estude a rota antecipadamente, evite mudanças bruscas de direção. Sempre sinalize com antecedência, pois o comboio tem um tempo de reação "lento".
Ao mudar de pista, o último do comboio "fecha-fila" (que está com o outro rádio) faz sua manobra antes dos demais, protegendo assim a pista para aqueles que estão à sua frente.

8- Cuidado especial com ultrapassagens!!! Mantenha distância do companheiro da frete, para que carros mais rápidos possam ultrapassar o comboio (em pista simples) com segurança.
Respeite sua ordem no grupo e evite ultrapassagens desnecessárias.

9- Comboio sempre unido: Companheirismo e solidariedade são fundamentais. Não deixa companheiros para trás.

Grupo que sai junto, volta junto.

Um grande abraço
Donatti - Jeep Clube de Ribeirão Preto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Fico feliz por você querer deixar aqui o seu comentário. Porém é importante que você saiba que ele poderá ser moderado.
Obrigado. Josiel